Um dia em Lovaina, a pérola pouco conhecida da Bélgica

Viajar não significa ir para muito longe de casa. Basta olhar à nossa volta e aproveitar o que de melhor existe perto de nós. Movidos por esta atitude, e pela vontade de rever um velho amigo, fomos passar o Sábado a Lovaina, uma cidade que nasceu em 884. A apenas 25 quilómetros de Bruxelas, a cidade é uma pequena pérola flamenga e abriga vários tesouros.

Primeira paragem no Grand Cafe Industrie para um café e umas cervejas belgas. A decoração é um moderno chique, acolhedor e com uma boa vista para a Praça Martelaren. Fica em frente à Estação Central e tem a localização ideal para quem chega de comboio.

Seguindo pela rua Bondgenoten chegamos à Biblioteca da Universidade de Lovaina, situada na maior praça da cidade. Em 1914 a biblioteca ardeu num grande incêndio ateado pelo exército alemão durante a I Guerra Mundial e foi reconstruída entre 1921 e 1928. Novo incêndio durante a II Guerra Mundial destruiu o edifício e muito do seu precioso conteúdo. Depois da guerra foi novamente restaurada e recebeu um valioso espólio de livros. Na Praça Ladeuze, onde se situa a biblioteca, organiza-se um mercado de rua todas as sextas-feiras.

A Universidade Católica de Lovaina tem quase 600 anos e é a mais antiga universidade católica do mundo. Nasceu em Malines em 8 de Novembro de 1834 e foi transferida para Lovaina um ano mais tarde. Inicialmente, a universidade incluia um departamento francófono. Em 1968, a enorme vontade dos separatistas flamengos de encerrar este departamento levou à criação de uma nova Universidade Católica francófona em Lovaina-a-Nova na região da Valónia, falante de francês.

Biblioteca da Universidade de Lovaina

Seguimos pelas ruas da cidade, saboreando o ambiente e apreciando a beleza dos edifícios. Próxima paragem, a igreja de S. Miguel, construída entre 1650 e 1671 para servir de lugar de oração ao Colégio Jesuíta de Lovaina. A fachada, com as suas magníficas colunas em pedra e ferro e os seus frisos decorados com anjos, cachos de uvas e massarocas, é de tal maneira bela que desde há muito que se diz que esta é a igreja com o altar no exterior. Informação do nosso amigo/guia turístico. O estilo é o barroco do século XVII.

Igreja de São Miguel

Chamam-lhe o maior balcão do mundo. Fica no Oude Markt (Mercado Antigo) e acolhe umas três dezenas de restaurantes e bares. É aqui que se faz a festa nos dias ensolarados e nas noites mornas da Primavera e Verão. Nas noites de Inverno a festa faz-se no interior dos bares. Lovaina é uma cidade estudantil, com mais de 22 000 estudantes que não viram a cara a uma boa noitada.

Os flamengos, à imagem dos seus vizinhos holandeses, são um povo que gosta de festejar. País com mais de 600 marcas de cervejas, na Bélgica há pelo menos 600 boas razões para celebrar a vida.

Oude Markt (Mercado Antigo)

O edifício mais icónico da cidade é, sem dúvida, a Câmara Municipal, um belo e imponente exemplar da arquitectura gótica. Foi erigido entre 1448 e 1469. No século XIX foram acrescentadas as 235 estátuas que ornam esta edificação, tendo sido construídas em honra das mais notáveis figuras da cidade. Se pensarmos que o edifício foi quase completamente destruído durante a II Guerra Mundial a sua grandiosidade torna-se ainda mais impressionante. Para gáudio de todos nós, a bomba que atingiu a fachada não chegou a explodir.

Câmara Municipal de Lovaina no Grote Markt

Na grande praça onde se situa a Câmara Municipal recomenda o nosso amigo que nos sentemos na fantástica esplanada do Gambrinus e apreciemos o movimento. No dia em que lá estivemos havia uma pequena banda a tocar na rua. Se fizer frio fique no interior, magnificamente decorado a madeira, o que transmite uma enorme sensação de conforto.

Lovaina é definitivamente um dos segredos mais bem escondidos da Bélgica. Arrisque desviar-se dos guias turísticos convencionais e venha visitar esta cidade maravilhosa. De certo vai gostar.

🌞 METEOROLOGIA EM LOVAINA

O tempo em Lovaina

🚍 COMO CHEGAR A LOVAINA

Lovaina fica a 25 quilómetros de Bruxelas. A cidade é servida pelos Caminhos de Ferro Belgas pelo que pode chegar aqui de comboio vindo de diversos pontos da Bélgica. É possível comprar bilhete online.

Se vier de carro saiba que há vários parques de estacionamento na cidade, um deles por baixo da estação de comboios. Se deixar o carro na rua preste muita atenção à sinalização para não estacionar em locais proibidos e não se esqueça de verificar se o estacionamento é pago.

VISITA A LOVAINA

😴 ONDE DORMIR

Existem vários hotéis na zona. Como fizemos uma viagem de ida e volta no mesmo dia não temos nenhuma referência a dar em matéria de alojamento. Veja se alguma das sugestões do booking lhe agrada.

🍴 SENTADOS À MESA

Desta nossa visita a Lovaina recomendamos o Grand Cafe Industrie e o Gambrinus. Lovaina, como a maioria das grandes cidades belgas, tem uma oferta muito diversificada de restaurantes e de “cozinhas do mundo”. O tripadvisor tem algumas boas sugestões.

💡 DICAS DE VISITA

  • A visita à Câmara Municipal é imperdível pela beleza do edifício. Este encontra-se aberto a visitas ao fim de semana e uma visita guiada é possível. O custo do bilhete de entrada é de 4 euros e pode ser adquirido online
  • O Béguinage, que consiste num quarteirão cercado por pequenas habitações. Geralmente é envolto por um muro e isolado da cidade por um ou dois portões. As beguinas pobres e idosas ficavam alojadas aqui e eram cuidadas por benfeitores.
  • O Museu M cujas exposições combinam arte contemporânea com as obras dos grandes mestres clássicos.
  • A Biblioteca da Universidade Católica de Lovaina
  • A fábrica de cerveja Stella-Artois uma das mais conhecidas marcas belgas de cerveja
  • A pequena fábrica artesanal da cerveja Domus
  • A Abadia do Parque situada num parque muito arborizado, tal como o seu nome indica. Um relaxante passeio no exterior e uma visita a uma das actividades organizadas pela Abadia são um excelente programa para uma tarde de Sábado ou Domingo.
  • A extraordinária Igreja de São Miguel

VIAJE EM SEGURANÇA em tempo de COVID-19

  1. Planeei com a sua viagem cuidadosamente e escolha todos os lugares que quer visitar. Se for visitar cidades verifique quais são as medidas de protecção em vigor no local para onde vai. Se quiser visitar museus e monumentos compre os bilhetes online sempre que isso seja possível evitando, assim, estar em filas. Certifique-se que esses locais aplicam medidas de protecção sanitária.
  2. Se for a restaurantes escolha os que respeitam todas as regras de protecção sanitária, incluindo a possibilidade de manter a distância social.
  3. Procure fazer as suas visitas a cidades quando o comércio já estiver fechado. Haverá menos gente nas ruas. Se quiser fazer compras, assegure-se que vai protegido.
  4. Leve consigo máscara facial e gel.

2 thoughts on “Um dia em Lovaina, a pérola pouco conhecida da Bélgica

  1. Deixei ficar para um momento com mais tempo para ler e ver tudo e fiz bem.
    Conheço a cidade mas há muita coisa que não vi por isso, obrigada pela sugestão de ir fora, tão perto.
    Gostei muito!

    Gostar

    1. Proporcionar a quem lê um olhar diferente sobre os lugares visitados é a primeira missão do blogue, Graça. Leuven tem muito para oferecer, é uma verdadeira pérola. Quando voltar a Bruxelas, e se as circunstâncias o permitirem, já tem programa para um fim de semana. Fique bem. Saudações bloguistas.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s